Transplantes 1261
Quer ajudar?Faça uma doação!

A Campanha tRim tRim está de volta

A Campanha tRim tRim está de volta. Depois dos resultados positivos da ação em 2012, a Renal Vida dará continuidade à parceria com as Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. (Celesc). Nos próximos dias, as equipes do call center da associação começarão a entrar em contato com a população do Alto Vale do Itajaí a fim de buscar doações para a compra de máquinas de hemodiálise para a unidade de Rio do Sul.

Durante a campanha, que tem prazo indeterminado, os atendentes do call center da Renal Vida ligarão para números de telefones fixos da região e possibilitarão a doação de recursos em qualquer valor para a associação. Para doar, o residente precisa apenas estipular o valor da doação, que virá descontado em sua próxima conta de luz.

A ligação é rápida e as doações irão contribuir com a melhor qualidade de vida dos 120 pacientes em hemodiálise e 120 transplantados atendidos pela Renal Vida na região. Com os recursos arrecadados na campanha em 2012, a associação conseguiu montar uma sala de hemodiálise com três máquinas novas.

“Mais de 95% dos atendimentos são realizados pelo SUS, cujos valores repassados e atraso nos pagamentos não permitem a aquisição de novas tecnologias e a renovação das atuais máquinas de hemodiálise. As doações através do call center se tornam fundamentais para manter a qualidade no atendimento aos pacientes com doença renal crônica”, afirma o Dr. Leontino Ribeiro Neto, da unidade de Rio do Sul.

Doações podem ser feitas também pelo telefone 0800 648 4354. Para ter o valor debitado em sua conta de luz, basta informar seu número de telefone.

Renal Vida

A Renal Vida é uma instituição sem fins lucrativos que auxilia na prevenção e tratamento de doenças renais. A associação oferece terapia renal substitutiva com os procedimentos de hemodiálise, diálise peritoneal intermitente, diálise peritoneal ambulatorial contínua e diálise peritoneal automática, além de acompanhamentos pré e pós-transplante (tanto para o receptor quanto para o doador) e ambulatoriais destinado aos pacientes que possuem insuficiência renal.

Fotos