Transplantes 1261
Quer ajudar?Faça uma doação!

Pacientes em hemodiálise têm direito a benefícios

Pacientes em hemodiálise têm direito a auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, concedidos pela Previdência Social. Para você saber quais são os requisitos e como conseguir os benefícios, preparamos um pequeno informativo. Confira:
 


 

Auxílio-doença

O doente renal que contribuiu com a Previdência Social por mais de 12 meses (antes de adquirir a doença) precisa reunir documentos como o laudo do nefrologista, RG, CPF, preencher o requerimento em forma de formulário (clique aqui para baixar) e procurar o posto do INSS mais próximo de sua casa, em pessoa ou através de um procurador.  

O segurado recebe, então, um número de protocolo com a data da perícia médica, que irá aprovar ou não o benefício. Após a aprovação, o paciente começa a receber o benefício em até 30 dias.

Quando o segurado volta ao trabalho voluntariamente ou recupera sua capacidade de trabalhar (comprovada através de laudo médico), o recurso é suspenso.

Aposentadoria por invalidez

Para conseguir a aposentadoria, o processo é o mesmo que para o auxílio doença. Esse sistema é destinado a pacientes que perderam, permanentemente, a capacidade de trabalhar por causa da doença renal (comprovada pela perícia médica).

Se o segurado já estava doente antes de começar a contribuir com a Previdência, a aposentadoria não é aprovada. No entanto, se o segurado já era doente renal quando iniciou sua contribuição e a doença se agravou drasticamente no período, o benefício oferecido é uma possibilidade.

O segurado aposentado por invalidez, independente da idade, está obrigado a se submeter à perícia médica do INSS a cada dois anos.

Transporte Coletivo Urbano

O paciente que se encontra em tratamento de hemodiálise ou diálise peritoneal, após uma avaliação socioeconômica, tem direito de receber um “subsídio” para as despesas com o transporte coletivo, devido ao tratamento.

O transplantado também tem direito, mas, para os primeiros meses, quando as consultas médicas são mais frequentes.

Para isso, é necessário procurar o serviço social da Renal Vida, que fará o encaminhamento para a Secretaria Municipal de Saúde, que é responsável pela recarga mensal dos cartões para o transporte coletivo.

Para saber mais sobre os benefícios oferecidos ao doente renal pelo governo, entre em contato com nossa equipe.

A Renal Vida é uma associação sem fins lucrativos que visa promover a melhor qualidade de vida do paciente renal, através de tratamento humanizado e assistência médica. Para contribuir com esse trabalho, clique aqui e faça a sua doação on-line.

Fotos