Transplantes 1329
Quer ajudar?Faça uma doação!

Doe órgãos e mude vidas

A cada semana, aumenta o número de transplantes de rim realizados pela Renal Vida. Até hoje, já foram 861. Mas ainda existem muitos pacientes na fila por um órgão. Somente em Santa Catarina, 437 aguardam por um doador de rim e 600 pacientes dependem da Renal Vida para sessões de hemodiálise. 

Com um simples sim à doação de órgãos, você pode mudar uma vida como a de Diogo Mateus, que há quatro anos recebia um rim.   

Ele lembra, emocionado, do dia em que recebeu a tão esperada ligação dos médicos da Renal Vida.                                                                                                     

"Voltando do serviço, perto das 6 horas, comecei a lembrar que há quatro anos, nesse mesmo horário, eu recebia a ligação mais importante da minha vida. Depois de um ano e três meses dependendo de uma máquina para viver, minha irmã estava no telefone comigo dizendo que era para eu arrumar as malas porque os médicos da Renal Vida tinham ligado avisando que tinha aparecido um doador de rins e pâncreas e que era compatível comigo. Foi uma emoção e tanta. É difícil explicar.  Lembro-me como se fosse hoje daquele medo que senti de ir pra mesa de cirurgia e não voltar, junto com a certeza e a fé em Deus que iria dar tudo certo. Lembro-me da chegada em Blumenau às 11 horas da noite junto com a notícia que Florianópolis ia demorar para liberar os órgãos, sabendo que o médico dormiu no carro em frente ao hospital para esperar os órgãos. A ansiedade e o nervosismo era enorme. Mas, graças a Deus, no dia seguinte, às 11 horas da manhã eu fui para a sala de cirurgia para acordar e renascer, no domingo, um novo Diogo, um cara que aprendeu a da valor à vida, que aprendeu a sentir a felicidade nos mínimos detalhes, a respeitar muito o ser humano e aprendeu a dar valor no ato da bondade para trazer a felicidade aos outros", relata Diogo.  

Para ser doador de órgãos, basta avisar sua família sobre o seu desejo, ou, em caso de doação em vida, entrar em contato com a Renal Vida mais próxima de sua casa para que possa ser organizada a realização do cadastro e dos exames necessários. 

A quem fez parte desse processo desde a doação até a cirurgia, Diogo tem um recado: "muito obrigado pela oportunidade de completar quatro anos de transplante. E, muito obrigado pela chance de voltar a viver". 

Para contribuir como trabalho desenvolvido pela Renal Vida, clique aqui e faça sua doação online.

 

Fotos